Alemanha: Colônia, Köln ou Cologne?

By  |  2 Comments

Falar que nossa estadia em Colônia em Junho de 2014 (ou Köln em Alemão, ou Cologne em Francês) foi como ter “pequenas férias dentro das férias” não é exagero, os três dias que passamos na 4a maior cidade alemã foram deliciosos. A cidade nos deu energia para continuar a aventura que estávamos fazendo pela Europa (veja aqui). Como o assunto é o que fazer em 3 dias nessa deliciosa cidade alemã, principalmente se está cansadão de tanto caminhar pela Europa, vamos a um pouco de história e ao que interessa.

História

Colônia  (ou Köln em Alemão, ou Cologne em Francês..rs. Vamos fazer isso o tempo todo aqui) data da época do império Romano e com o tempo se tornou uma cidade com quase 50% de sua população católica, não é à toa que o monumento mais conhecido é a Kölner Dom – Catedral Gótica do centro e símbolo não oficial da cidade. A cidade tem uma importante conexão histórica/econômica entre a Europa Ocidental e Oriental.

A “Água de Colônia” como conhecemos pelo mundo originou-se nas fragâncias produzidas na cidade, e algumas se tornaram particulamente famosas devido ao império romano. Mas esse assunto deixo para a Alê falar em nossas seções de moda e beleza.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade foi nivelada por bombardeios por mais de uma vez, sobrando muito pouco da construção original, mas hoje muito bem reconstruída e diversos de seus prédios restaurados em suas formas e arquitetura original.

Colônia

Devastada na 2a Guerra, é impressionante ver como a cidade se reergueu. Fonte: Centro de Documentação do Nacional Socialismo

Como chegar em Colônia?

Para chegar a Colônia, pegamos um trem de Paris (Gare du Nord) com duas paradas rápidas, como sempre, um ótimo trem e preço muito bom pra quem se planeja com antecedência. Muito próxima da fronteira da Alemanha com o nordeste da França, a cidade é fácilmente acessada via trens que saem de Paris, que foi de onde partimos (Veja aqui).

Gare du Nord

Ponto de partida para a nossa viagem rumo à Colônia. A Gare du Nord em Paris possui trens para os mais diversos locais da Europa.

O simpático Dom Hotel Am Römerbrunnen é a aproximadamente 10 minutos de caminhada da estação central de trens de Colônia. Simpático e barato, oferece uma deliciosa água com gás e um excelente café da manhã, o quarto é amplo e confortável e a diária sai por volta de 80 Euros para um casal (quarto com banheiro privativo) e se planejando com bastante antecedência.

Quer ver fotos do hotel? Vale mais a pena ir direto para a galeria do próprio hotel. Fomos até lá, as fotos são verídicas.

A vantagem do Hotel fica para a proximidade com o centro comercial e histórico, com a Catedral e com o Museu do Chocolate. O conforto do quarto e o atendimento de todos que trabalham na recepção, sempre que saímos com o simpático “Tchussss” (uma espécie de tchau tchau em alemão) e o farto café da manhã, com inúmeras opções de pães, frios, geléias, doces, cafés, e suco fresco de laranja.

Colônia, Alemanha

O centro comercial de Colônia possui as mais diversificadas lojas e grifes, e é um dos locais com o preço mais em conta para os padrões europeus.

Para conhecer um pouco melhor o Hotel dê uma checada nas opiniões no Booking clicando aqui.

(Não vamos confundir com o caríssimo e estiloso Hotel Dom a 50m da Catedral – esse fica para uma próxima viagem e um próximo POST).

Kölner Dom, a grande Catedral de Colônia

Até 1880, a catedral era o maior prédio da Europa, tendo levado cerca de 600 anos para finalizar sua construção. A catedral como a cidade sofreu diversos ataques na segunda guerra mundial mas sempre permanecendo de pé. Uma belíssima e gigantesca construção gótica que vale a visita e com um dado interessante do mundo católico: ali estão os restos mortais dos três reis magos. A entrada é gratuita.

Kölner Dom em Colônia

Kölner Dom: Imponência é a palavra, para a época em que foi construída, seu tamanho impressiona.

Detalhe interessante: durante a 2a Guerra uma bomba destruiu uma parte de uma das torres (veja a foto acima com as estruturas de reforma à mostra), à época, foi feita uma reforma rápida sem usar elementos da arquitetura da catedral, uma parte dessa “reforma rápida” chegou a se desprender e cair. O governo da cidade decidiu agora substituir a reforma por componentes com o desenho original.

Kölner Dom em Colônia

De perto é impossível enquadrar toda a Catedral para uma foto. No topo à esquerda, a restauração do local por onde uma bomba “resvalou” a torre na 2a Guerra.

A catedral é imensa e possui diversas câmaras, a visita guiada leva algum tempo (O dia todo..rs). Então se curte arte e história religiosa, ou simplesmente arquitetura dessa proporção, separe um dia todo para adimirar cada detalhe e cada história dessa imponente catedral.

Kölner Dom

Vitrais de mais de 10m de altura compõe a iluminação natural da Catedral.

Kölner Dom

Uma pausinha para meditação/oração/agradecimentos é sempre bem vinda.

Cervejaria Früh

Uma ótima pedida na cidade, é visitar a cervejaria Früh, acabamos almoçamos por lá mesmo, com um atendimento perfeito, bem humorado e somente por gestos e tentando arranhar um alemão bem básico. Quer ver um post mais completo sobre ela? Veja nosso artigo na seção de gastronomia clicando aqui ou nessa belíssima foto abaixo…rs.

Cervejaria Früh

Histórica Cervejaria no centro da cidade de Colônia, na Alemanha. Não passar por lá em visita a cidade é um sacrilégio!

Mais passeio pelo centro e a gente se encanta com a organização da cidade, muito limpa e alegre, Há uma outra bela praça e mais cervejarias próximas as margens do rio Reno, vamos falar sobre elas. Cansados de tanta andança e empaturrados de comida, apagamos no hotel e nos preparamos para o dia seguinte: O Museu de Chocolate! Aguardem o próximo POST!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Comentários

Piloto, maridão da Alessandra Soncela. De vez em quando mete o bedelho e escreve alguma coisa sobre gastronomia e viagens! Afinal dividir nossas experiências com nossos visitantes é divertido!

2 Comentários

  1. Pingback: A cervejaria Früh

  2. Pingback: Colônia: Mostarda, Museu do Chocolate, Ponte Hohenzollernbrücke

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>