Barcelona – Primeiro dia (ou noite hehehe)

By  |  2 Comments

Barcelona é uma daquelas cidades em que chegamos e de imediato já sabemos que podemos passar nossa vida inteira. Cosmopolita, jovem, interessante, bonita e atraente…pessoas andando por todas as partes de ônibus, metrô…transporte de qualidade.

Cansaço de Jetlag à parte, em questão de 25 minutos estávamos liberados no Aeroporto, mais 25 e estávamos no antigo bairro de Barceloneta em frente a casa do nosso colaborador (e um de nossos grandes amigos e irmão), o Cleber Vieira. Barceloneta é o nome do bairro onde há uma das partes mais antigas da cidade, antigamente voltada de costas para o mar, após as olimpíadas de 1992 o bairro passou por uma modernização e passou a ficar “de frente” pro mar.

Limpeza, modernidade, calor, prazer.

Limpeza, modernidade, calor, prazer. Praia da Barceloneta

Do avião para a vida boêmia de Barceloneta.

Piadas, muita risada e botar um pouco de papo em dia. De cara o Cleber já nos levou ao mercadão da Barceloneta onde compramos diversos vinhos, massas, molhos e óbvio, as cervejas locais, já já um Post sobre cada uma. Caminhada pelo bairro que na falta de outra palavra se traduz em liberdade plena.

Barceloneta, prédios antigos e confortáveis, cultura em todo lugar.

Barceloneta, prédios antigos e confortáveis, cultura em todo lugar.

O Cleber e a turma dele, argentinos e venezuelanos que moram no bairro, nos sugeriram começar a noite com um pequeno coquetel de boas vindas: Vermouth (fala-se “vermute”), pãozinho de uma padaria local, patê de queijo com ervas, cerveja Voll Damm e Damm Lemon6-4, Xibeca e Fue (uma espécie de salame artesanal feito no Bairro). Papo de política, a situação na América Latina, saudade de casa – tudo isso nos deu a idéia de entrevista-los com o tema de morar e trabalhar fora do país – curiosidade, todos trabalham em suas áreas em Barcelona (Psicologia, Instituto de Design e outros).

As duas para iniciar nossa experiência em Barcelona. Uma forte, e uma mais suave.

As duas para iniciar nossa experiência em Barcelona. Uma forte, e uma mais suave.

Por volta de meia-noite local, depois de esgotar os Vermouths, cervejas e o Fue…hora de caminhar e conhecer um pouco da vida noturna. Barceloneta é cheia de gente a noite toda, muito segura e divertida, muita sorveteria italiana (!!!). Uma das amigas do Cleber, a Angie, é apaixonada pelo Bairro Gótico e nos levou por uma jornada que levaria a noite toda. Seu portão de entrada entre via Barceloneta é o prédio do Correio. O bairro é dotado de ruelas escuras que existem há mais de 400 anos (vá com alguém que conhece até se acostumar..rs), em cada ruela, há diversos bares de salsa (sim, a dança), diversos Pubs e muita gente bonita do mundo todo.

El Bombom

O bar de salsa escolhido pela turma foi o El Bombom, espetacular, pois a maioria dos bares do bairro gótico devem ter aproximadamente o tamanho de uma garagem bem decorada e animada. Ao entrar no bar, já fomos direto para o fundo recebidos por um cara com uma corneta tocando junto com a Salsa do DJ…simpático. O Mojito especial da casa servido em jarros recicláveis é animal. Bate papo, música, novas amizades.

Recebido com corneta e salsa no El Bombom. Experimente seu Mojito!

Recebido com corneta e salsa no El Bombom. Experimente seu Mojito!

Mojitos do El bombom

Mojitos do El bombom

Marula

Com nossos novos amigos, entramos VIP na Marula, uma casa de shows que toca eletrônico, um pouco de tudo, de David Bowie a muita coisa local que vale a pena. A casa é bem eclética e tem povos de todas as culturas e gostos. Ficamos com uma Carlsberg e Shots de Bailey’s. Também é um local relativamente pequeno, mas com o espaço interno muito aproveitado.

Pouca foto no Marula, muito agito, do jeito que as férias merecem

Pouca foto no Marula, muito agito, do jeito que as férias merecem. Alê, Angie, Cleber e Fê

Lechuga

04:40 da manhã, nesse ponto já apaixonados pela cidade, eu e a Alê continuamos com o Cleber e a Angie para a finalização da noite. Lechuga é uma pizzaria informal, que vende pizzas e bebidas a noite toda ali no meio do bairro gótico, não se engane pelo caos e pela gritaria, fomos atendidos de forma atenciosa e rápida, e saímos com uma pizza grande com 4 sabores diferentes. Acabou a cerveja e os comércios fecharam? Não seja por isso, é só encontrar um paquistanês em cada esquina vendendo diversos tipos de latinhas por preços equivalentes a 1 euro..rs.

Pizza pós noitada, recomendadíssima!

Pizza pós noitada, recomendadíssima!

Apesar da gritaria, atendimento rápido e pizza saborosa

Apesar da gritaria, atendimento rápido e pizza saborosa

Exaustos, voltamos a pé pro simpático e boêmio apartamento do Cleber…fiquem ligados para o segundo dia!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Comentários

Piloto, maridão da Alessandra Soncela. De vez em quando mete o bedelho e escreve alguma coisa sobre gastronomia e viagens! Afinal dividir nossas experiências com nossos visitantes é divertido!

2 Comentários

  1. luiz.soncela@hotmail.com'

    Luiz Soncela

    9 de junho de 2014 em 13:16

    Muito legal essa descrição de Barcelona. Nada como estar em ambiente de primeiro mundo!!!

  2. Pingback: Barcelona, Monumental, Palau, Sagrada Familia

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>