Paris: Como visitar a Torre Eiffel?

By  |  2 Comments

Vamos começar já dizendo que somos mais um nos 527.000 artigos disponíveis na internet sobre a Torre Eiffel, é justificável. O monumento idealizado e construído em 1889 e serviria apenas para a Feira Mundial de 1889 em Paris celebrando os 100 anos da Revolução Francesa e trazia atrações de todas colônias da França, aquela que já era uma das nações mais poderosas do mundo. A Torre Eiffel deveria funcionar como portão de entrada mas acabou se tornando o maior ícone de representação do país e um dos locais mais conhecidos.

Torre Eiffel

Auge da nossa aventura na Europa, visiar a Torre Eiffel era um sonho de vida da Alê!

Gustave Eiffel, o engenheiro que a construiu vinha de uma família já rica e sua sua especialização em construções de estradas e pontes de ferro iriam ajudar a criar o monumento que hoje tem mais de 10 toneladas de aço. Gustave Eiffel também participou da construção da Estátua da Liberdade que fica em Nova York, EUA. A torre possui 3 pisos que respectivamente comportam 3000, 1600 e 400 pessoas.

Gustave Eiffel

Engenheiro teve papel importante não só por causa da Torre, mas diversas obras pelo mundo são assinadas por ele. Medo de altura? Imagine…

Como chegar e onde ficar?

Os disputados Hotéis do Sétimo Distrito ou 7ème Arrondissement, onde fica a Champ de Mars (parque da Torre) é disputadíssimo e tem preços elevados, porém muita qualidade, ótimos restaurantes, bares, cafés, pubs. Se quer uma boa sugestão de onde ficar, veja esse POST.

Elevador ou Escada?

Ingressos para o elevador ou escada são comprados em bilheterias diferentes e, além disso é importante saber bem quais pisos deseja visitar. As bilheterias de Elevador se identificam pela palavra Pilier, e as de escadaria Escaliers.

Torre Eiffel

Saiba onde comprar os bilhetes. Aqui, o guichê do “Elevador Norte”

O primeiro piso é o maior e mais próximo do chão, nesse piso é possível chegar de duas formas, elevador ou escada. De escada é importante estar em forma pois são 300 degraus até o primeiro pavimento, que conta com lojinhas e um café. No momento da nossa visita a Torre passava por uma reforma que até o fim de 2014 deve melhorar a acessibilidade para pessoas com necessidades especiais e até fará com que a Torre gere parte de sua própria energia. Hoje esse piso é o menos visitado.

Torre Eiffel

Bilhetes comprados! Rumo ao topo! Ou Sommet!

Para os outros dois pisos, o acesso é somente por elevador. E é necessário esperar em uma pequena fila. Primeiro para comprar seu ingresso e depois uma pequena fila para os elevadores. Em alta temporada, o ideal é ir ao fim do dia e nos primeiros dias de primavera ou verão. No primeiro dia que visitamos, já as 20hs, quase não havia fila. Nos dias de sol e finais de semana, durante o dia, cuidado para não errar pois todas as filas são grandes (risos).

Segundo piso e Topo da Torre

Nós compramos o ticket que dá acesso ao topo (Sommet em francês), para os valores de 2014, custou 15 Euros por pessoa. Realmente pulamos o primeiro piso e fomos direto ao segundo, ali, há dois pavimentos e já uma vista espetacular de toda Paris, e necessário subir um nível pelas escadas espirais e procurar uma fila para elevador que levará ao topo. Mas já vale ficar um pouco no segundo pavimento e fazer belas fotos tanto do que falta subir, como da cidade.

Torre Eiffel

Do segundo piso dá pra ter uma idéia, a Torre é muito maior do que se imagina…

Torre Eiffel

Do segundo pavimento, já uma belíssima visão. Tome um tempo ali para fazer boas fotos.

Outra pequena fila, siga as placas “sommet” neste piso, com um pouco de paciência e rapidinho pegamos o elevador que leva até o topo, assusta um pouco, mas é muito seguro. Para as pessoas que tem vertigo (medo de altura), não se preocupem, todos os pisos possuem grades altas e bem resistentes e protegidas. Os elevadores são bem seguros também.

Torre Eiffel

Rumo ao Topo, procure pelas placas no segundo piso que levam à fila do elevador para o Sommet (pico)

Ao chegar ao topo saímos do elevador em um primeiro piso totalmente fechado, que tem um pouco da história da torre (veja a foto lá em cima, tirada de uma parede sobre o engenheiro Gustave Eiffel). E o interessante deste mirante é que ele diz a distância para outros marcos importantes do mundo e a direção. Um pequeno nível de escadaria e pronto! Chegamos ao topo de Paris!!!

Torre Eiffel

O topo é bem seguro, protegido por redes e vale curtir cada segundo e cada ângulo de Paris.

O Sommet é um piso pequeno, comporta até 400 pessoas e tem uma estrutura metálica no chão ruidosa (não se assuste! risos). Por caríssimos 30 Euros é possível desfrutar uma taça de Champagne enquanto comemora ter conquistado o topo de uma das maravilhas modernas! Leve o tempo que quiser lá em cima! Eu recomendo!

Topo da Torre Eiffel

Um merecido Champagne para comemorar a conquista de uma das maravilhas do mundo!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Comentários

Piloto, maridão da Alessandra Soncela. De vez em quando mete o bedelho e escreve alguma coisa sobre gastronomia e viagens! Afinal dividir nossas experiências com nossos visitantes é divertido!

2 Comentários

  1. Pingback: Paris: Charles de Gaulle, Torre Eiffel, Hotel Les Jardins d'Eiffel

  2. Pingback: Paris: Palácio de Versalhes - Vivendo Estilo | por Alessandra Soncela

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>